Please reload

Posts Recentes

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Posts Em Destaque

#BlogDoEscreva: Vamos falar sobre o parágrafo argumentativo?

November 1, 2017

 

O ato de escrever um texto dissertativo-argumentativo não é tão confortável para todos, e isto é observável em cada etapa da escrita. Noutro momento, abordamos sobre o parágrafo introdutório e vimos que sua estrutura inclui a apresentação do tema, a relação deste com a atualidade e a tese (se não leu o conteúdo, ACESSE CLICANDO AQUI).  Já no texto de hoje, nos centraremos no parágrafo argumentativo, situado no espaço do desenvolvimento. Neste espaço, o redator apresenta as justificativas e provas necessárias para evidenciar que sua opinião, apresentada na introdução, tem lógica e merece ser analisada sob uma ótica racional.

 

Existem alguns métodos que facilitam a escrita de parágrafos argumentativos, o mais comum deles é centrado na organização de períodos completos, envolvendo afirmações, exemplos e conclusão da ideia. Esta técnica funciona, basicamente, desta forma: o primeiro período é uma afirmativa sobre o tema, conhecido como tópico frasal; o segundo apresenta uma prova (um exemplo, dados estatísticos, fato histórico, citação, raciocínio lógico, etc) de que a justificativa anterior tem sentido; o terceiro explica a prova utilizada e relaciona à discussão atual; já no quarto período, o redator reafirma o que fora dito nos momentos anteriores, reafirmando a tese.

 

A partir do tema “Caminhos para combater a intolerância religiosa no Brasil”, Vejamos, abaixo, um exemplo de parágrafo argumentativo:

Segundo pesquisas, a religião afro-brasileira é a principal vítima de discriminação, destacando-se o preconceito religioso como o principal impulsionador do problema¹. De acordo com Durkheim, o fato social é a maneira coletiva de agir e de pensar². Ao seguir essa linha de pensamento, observa-se que a preparação do preconceito religioso se encaixa na teoria do sociólogo, uma vez que se uma criança vive em uma família com esse comportamento, tende a adotá-lo também por conta da vivência em grupo³. Assim, a continuação do pensamento da inferioridade religiosa, transmitido de geração a geração, funciona como base forte dessa forma de preconceito, perpetuando o problema no Brasil.³

 

A partir da análise do texto acima, observamos que no período 1, o autor apresenta sua afirmação em relação ao tema: "a religião afro-brasileira é a principal vítima de discriminação, destacando-se o preconceito religioso como o principal impulsionador do problema"; no segundo, exibe a prova: "de acordo com Durkheim, o fato social é a maneira coletiva de agir e de pensar". Já no terceiro momento, explica a citação e relaciona ao tema: "ao seguir essa linha de pensamento, observa-se que a preparação do preconceito religioso se encaixa na teoria do sociólogo, uma vez que se uma criança vive em uma família com esse comportamento, tende a adotá-lo também por conta da vivência em grupo". Já no quarto e último período, fechou a ideia retomando a tese de que: "a continuação do pensamento da inferioridade religiosa, transmitido de geração a geração, funciona como base forte dessa forma de preconceito, perpetuando o problema no Brasil." Assim, esta estrutura organizada serve como uma forma de manter a ideia concisa ao mesmo tempo em que o autor não perde a linha do texto, uma vez que retoma a ideia principal da introdução.

 

Por isso, é muito importante que o candidato fique atento ao que pôs no parágrafo introdutório, pois é comum que alguns redatores desenvolvam algo que nem foi citado antes. Lembre-se: o seu texto é argumentativo e isso significa que ele está preso a uma ideia a ser defendia, a uma tese, que foi apresentada (obrigatoriamente) na introdução.

 

Portanto, você já fez a introdução e não sabia o que fazer no desenvolvimento? Basta seguir as nossas orientações! Logo, que tal começar a treinar? Venha conosco, Escreva Mais e comemore o seu sucesso!

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga